Quando iniciar as avaliações?

O sonho de ser jogador de futebol é fomentado muito cedo na cabeça de uma criança. Os ídolos da bola geram isso, além, é claro, da influência direta dos pais e responsáveis. Se este é o seu caso e você já tem seu filho em uma escolinha ou qualquer outro projeto relacionado, provavelmente já está imaginando o melhor momento para levar seu futuro craque para realizar testes ou avaliações.

No artigo de hoje, vamos mostrar qual é o timing perfeito para começar este processo: quais as peculiaridades e detalhes que são importantes de você ficar por dentro antes de levar seu filho a uma avaliação.

Antes, convido vocês a lerem nossos três posts anteriores sobre como entrar na base de um clube de futebol:

CLIQUE AQUI E LEIA NOSSO PRIMEIRO ARTIGO, QUE FOI SOBRE PENEIRAS.

CLIQUE AQUI E LEIA NOSSO SEGUNDO ARTIGO, QUE FOI SOBRE AVALIAÇÕES.

CLIQUE AQUI E LEIA NOSSO TERCEIRO ARTIGO, QUE FOI SOBRE A TRANSIÇÃO DO FUTSAL PARA O CAMPO.

Agora, sim. Vamos lá:

O tempo certo para levar uma criança para fazer uma avaliação depende muito mais das características do próprio menino ou menina do que da idade. Por exemplo: se seu filho entrou bem cedo em uma escolinha, jogou futsal, disputou torneios tende a ter uma boa rodagem, por exemplo, aos 10 anos. Por outro lado, se a criança se interessou mais tarde e ainda não teve tanta vivência no esporte, pode ser que precise de mais tempo do que o nosso primeiro exemplo.

O cenário ideal do processo é o seguinte:

1) ESCOLINHA
É a iniciação no esporte e precisa ter uma metodologia que foque muito mais no lado lúdico, da brincadeira. A criança precisa, na escolinha, pegar gosto pelo esporte. Ao mesmo tempo, deve ser uma escola que dispute pequenos torneios. Desta forma, é possível encontrar os melhores caminhos para levar o jovem a uma equipe de futsal.

2) FUTSAL
Seja em escolinhas ou já em um time de formação, a passagem no futsal é fundamental. O esporte estimula o jogo rápido, em espaços reduzidos. No Brasil, é a principal escola. Praticamente todos os grandes nomes do nosso futebol iniciaram a carreira nas quadras.

3) DISPUTA DE CAMPEONATOS
O jogo lúdico é muito importante para o jogador desenvolver o gosto pelo esporte. Porém, são nos pequenos torneios e campeonatos que o atleta cria, dentro de si, a vontade de vencer – e também aprende a digerir as derrotas. Estas são virtudes fundamentais na formação de um jovem jogador.

Se o seu filho pôde completar estes três itens acima citados, pode apostar: ele está pronto para tentar uma avaliação.

“Ah, mas meu filho ainda não completou estes três passos. Ele não conseguirá fazer um teste?”

Claro que consegue! O ponto é que esta vivência no esporte poderá ajudar a encurtar caminhos. Seu filho pode estar preparado por jogar futebol na rua contra adultos, por jogar na escola onde estuda, por jogar em uma quadra pública de rua, no campinho de terra ou na quadra poliesportiva do condomínio. É extremamente individual.

Se você fizer parte da COMUNIDADE TRILHA DO FUTEBOL, terá acesso a vários materiais importantes que o ajudarão a ter uma maior noção de avaliação. Se você ainda não conhece o nosso projeto, CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO E ACESSE O SITE DA TRILHA DO FUTEBOL.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Postagens relacionadas

Pin It on Pinterest

X