Por que é importante estar sempre jogando?

Há um famoso dito popular que diz que a prática leva à perfeição. Ele é um pouco exagerado, mas é muito claro que o hábito da repetição é fundamental para que você se desenvolva em qualquer área. No futebol também é assim.

No artigo de hoje, vamos falar da importância de manter seu filho sempre jogando bola, independentemente de ele estar ou não em um clube.

Antes, convido você a ler o nosso último artigo, que fala sobre como fazer uma boa avaliação.

CLIQUE AQUI E LEIA O ARTIGO COMPLETO

Agora sim, vamos lá:

O desenvolvimento de um atleta é feito de várias frentes e uma das principais é, justamente, o treinamento. A prática periódica – preferencialmente sob a supervisão e orientação de treinadores e professores especialistas – faz com que um menino melhore os fundamentos, aprenda tudo sobre posicionamento em campo e muito mais.

Se o seu filho está em um clube ou alguma escolinha atualmente, é bem provável que tenha estas condições acima citadas. No entanto, se o seu futuro atleta ainda não entrou em uma equipe e nem está fazendo aulas, atente-se para isso.

É claro que, para uma criança mais nova, isso se aplica menos. Afinal, o futebol é muito mais lúdico do que competitivo para eles. No entanto, a partir dos 14, 15 anos, a seriedade é precocemente aumentada e, por isso, estar “na ativa” passa a ser praticamente indispensável imaginando uma carreira em alto rendimento.

Se o caso do seu filho for este – em busca de uma oportunidade em um clube –, veja abaixo as melhores maneiras de se manter na ativa.

ESCOLINHAS E PROJETOS SOCIAIS

Há muitas escolinhas e projetos de sociais para crianças e adolescentes que contam com treinos periódicos. Ainda que não sejam diários, estas sessões podem ser de grande valia para a melhora técnica e desenvolvimento do atleta. Fora que é sempre possível “ser visto” estando em escolinhas e projetos sociais por observadores de clubes, que estão, a todo momento, atrás de novos talentos.

JOGAR PELA ESCOLA

Jogar também pela escola onde seu filho estuda é um caminho. Mesmo que só haja quadra de futsal, estar em contato com a bola frequentemente, como já dissemos neste artigo, é fundamental. Ele também terá contato, em alguns casos, com competições estudantis, colocando a competitividade em jogo e podendo ajudá-lo ainda mais a subir de nível – além de também contar com os famosos olheiros.

“BRINCAR”

Jogar bola na rua, em quadras e campos públicos de futebol é, sem dúvidas, um grande formador de atletas. Não há restrição de idade, então, jogar contra garotos mais velhos também pode ajudar no desenvolvimento do atleta. É, literalmente, o melhor lugar para o jovem aprender a se virar em campo, independentemente dos adversários.

PARA FINALIZAR

Faça parte da COMUNIDADE TRILHA DO FUTEBOL. Nosso programa proporciona oportunidades para atletas por meio de eventos exclusivos e contato direto com agentes, captadores e especialistas do futebol.

CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS SOBRE O TRABALHO DA COMUNIDADE TRILHA DO FUTEBOL

No próximo artigo, vamos falar sobre como conciliar a vida escolar com a vida de atleta desde tão novo e a importância dos estudos para todos os jogadores.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Postagens relacionadas

JUNTE-SE A MILHARES DE PAIS E RESPONSÁVEIS
Receba sacadas exclusivas, informações sobre peneiras e outras oportunidades.

Ao me cadastrar, eu concordo em receber os conteúdos, avisos de aulas, comunicações de marketing e vendas.

Pin It on Pinterest

X